domingo, 20 de junho de 2010

Eu não gosto nem de ver as nossas fotos. Lembrar de tudo aquilo que foi e aquela outra parte que deixou de acontecer.
Não me recordo de suas ligações, nem de suas brincadeiras estúpidas. Procuro a parte em minha mente, que tenha um espaço para 'descarte de memórias'.
Na verdade, eu gostaria de poder abrir uma tampa, tirá-las e, assim, nem ao menos lembrar que as joguei no lixo e, que esse 'lixo' se localiza em minha mente. Porque todas as suas atitudes foram infantis e sinto-me hipócrita em lembrar que meu coração lhe deu atenção por tanto tempo.
Eu não gosto nem de ver as nossas fotos. Lembrar de tudo aquilo que foi e aquela outra parte que deixou de acontecer. E, também, tudo aquilo que deixou de ser.
Não era forte o bastante? Não era verdadeiro o bastante?

Maybe life is a song, but you're a scared to sing alone.

(Milena Buarque)

7 comentários:

  1. Que lindo...
    Acho que todos queríamos que houvesse uma lixeira na nossa mente pra podermos excluir de vez certos momentos.. mas sem eles, tudo seria fácil demais. A graça consiste em mesmo com algumas lembranças não boas, seguir caminhando feliz em busca do que queremos!

    Beijinho querida, ótimo domingo!

    ResponderExcluir
  2. Seria ótimo ter um descarte de memórias... ou nao... porque quando se ama de verdade, sofrer também faz parte. Infelizmente.

    ;*

    ResponderExcluir
  3. Pois é. Quem está disposto a amar, também está apto ao sofrer.

    :D

    Bom domingo, meninas!

    ResponderExcluir
  4. Sei exatamente como você se sente.

    ResponderExcluir
  5. As vezes apagar tudo não seria a solução, porque depois você pode cometer o mesmo erro. Tudo que a gente vive e todos os nossos erros tem um propósito e nos tornam mais fortes. Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  6. Encare tudo como um ritual de libertação. Esse ritual nunca será esquecido, mas será lembrado como uma necessidade! x)

    Beijo

    ResponderExcluir
  7. O importante é não se arrepender. Se você ainda pensa, de uma forma ou de outra foi bom. Bom para você, bom para sua vida, negativamente bom, um crescimento... A vida é uma caixinha de surpresas - como diz alguém que eu também gostaria de esquecer (ou não gostaria?)...
    Fique bem!

    ResponderExcluir

Não estamos mais em 1968.