sábado, 3 de abril de 2010

Untitled

E junto de quem mais me conhece, eu sinto frio.
Frio pela ausência de palavras. Não as encontro para exprimir o que sinto e busco a boca de outros para jorrar o que penso. Como o escarro dos Anjos.

No meio da multidão o eu expande-se.
Cresce e ultrapassa qualquer fronteira.
Ganha vida a alma morta, mata os outros com sua tristeza.

O egoísmo não é percebido se o problema não é solucionado.
O efêmero recorda o que está por acabar. Aquela história do vazio na multidão. É o sozinho no conjunto.

Para o meu amor já não me basto. Gostar de sofrer é o mesmo que limitar.
Impor limites é amar. Viver intensamente é ser capaz de morrer de amor, por amor, para o amor, com o amor, como o amor...

E o meu vive.


(Terça lucubrada - Milena Buarque)
PS: Feliz Páscoa amigos.

12 comentários:

  1. Nossa adoreii o Post.. =)
    Muitoo fof's seeu bloog tbéem!
    Seguindo vc ~
    beijokaas, atéeh + !!

    http://jeehsalles91.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto .. parabéns ..

    ResponderExcluir
  3. [mais difícil que o mundo, é encontrar cá dentro a linha das fronteiras, o que separa a porta da fechadura, num corpo de prisão]

    um imenso abraço, Milena

    Leonardo B.

    ResponderExcluir
  4. Dizem que o frio é só ausência... Dizem... Belo texto! Um bjo! Saudade!

    ResponderExcluir
  5. Suas palavras transbordam poesia! E eu adoro! =)

    Beijo querida. Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
  6. Querida Milena, é um imenso prazer saber que passeou por meu Vórtice e gostou do que viu e leu. Comentários assim, incentivam-me a continuar escrevendo. Seu espaço aqui é intenso e cheio de beleza.
    Parabéns e Chag Sameach!

    =)
    Beijo

    ResponderExcluir
  7. Post muito bacana, o seu blog é massa. Mensagem muito interessante.

    ResponderExcluir
  8. adorei o caption mto bom teu blog,te seguindoo;**

    ResponderExcluir
  9. Adoreii Milena.. Seu Blog também está muito bom.. Parabéns

    te seguindo já!!

    Abraços..

    ResponderExcluir
  10. Milena, muito honrada por sua visita e por suas palavras. Mais honrada em conhecer teu universo traduzido no teu cantinho.

    Muitas vezes eu também sinto "buscar a boca dos outros para jorrar o que penso" E não funciona, porque eu sinto mais, sempre mais do que a boca que jorra o meu pensar.

    Belíssimo texto!
    Desde já, te sigo minha querida!
    Feliz páscoa!

    ResponderExcluir
  11. O grande problema do só junto de outros. Estar acompanhado, mas sentir-se solitário. A dor que dói demais.
    Texto extremamente lindo! Beijos.

    ResponderExcluir

Não estamos mais em 1968.