domingo, 18 de outubro de 2009

Quem pagará o enterro e as flores
se eu me morrer de amores?

4 comentários:

  1. gostei do post :)

    http://velhocuringa.blogspot.com
    obs: comece a ler do primeiro post.

    ResponderExcluir
  2. A ternura, quem sabe.
    Mas infelizmente ela não aparece sempre.
    Um beijo, Milena!

    ResponderExcluir
  3. ou quem sabe a Piedade!?
    Mas não é bom contar com ela...

    Adorei o post, Milena!
    ;*

    ResponderExcluir

Não estamos mais em 1968.